28 de fevereiro de 2013

28-2-2012 - A saudade

Um ano?
Já passou um ano?
Como é possível?
Parece que foi ontem...
Um dia que à partida seria um dia igual a tantos outros... Mas que não o foi...
Há precisamente um ano dava entrada no hospital para ser submetida a uma cirurgia.
Nada de muito grave e que iria melhorar (e melhorou sem dúvida) a minha qualidade de vida.
Saí de casa ainda não eram 7 da manhã.  Dei entrada às 8. Tive sempre ao meu lado o meu Z.
Liguei à minha mãe e consegui perceber que ela não estava bem... Achei que seria apenas por ser uma mãe galinha e estar preocupada comigo... Mas não era...
Estranhei ainda mais quando me disse que não sabia se no dia seguinte me conseguia ir visitar ( a minha mãe iria sempre ver-me! Faria de tudo para isso!), mas achei que era apenas por excesso de trabalho e também por alguns problemas relacionados com o trabalho dela...
Mas não era... Achei estranho ela querer falar sozinha com o Z., mas associei, mais uma vez, à preocupação de mãe.
Quando no dia 29 a minha mãe me foi visitar eu percebi que ela estava triste, muito triste e fartei-me de lhe perguntar o que se passava... Ela apenas me dizia que estava cansada e que o dia não tinha corrido bem...
A L. que tinha ido com a minha mãe também estava triste, mas fez de tudo para que eu não percebesse. Aliás lembro-me perfeitamente dela "gozar" comigo para que eu desviasse a atenção da minha mãe...
Fizeram de tudo para que eu pensasse que estava tudo bem!
Mas não estava...
Quando acabou o horário das visitas e eu fiquei sozinha acabei por pegar no telefone...
Tinha algumas mensagens de amigos e decidi responder-lhes.
Depois apeteceu-me ir ao facebook e foi o que fiz...
Aí o meu mundo caiu...
Tudo tinha explicação...
Como poderia estar a minha mãe bem?
Tinha acabado de perder uma das pessoas de quem mais gostava!
Tinha passado o dia em viagens para conseguir estar na última homenagem da Tia L.
Tinha feito muitos km e ido a "correr" visitar-me...
Tinha tentado esconder o estado de tristeza em que estava...
A minha mãe tinha acabado de perder uma das pessoas mais importantes para ela!
De quem todos lá em casa muito gostávamos!
Não consegui não chorar!
Fui ainda capaz de mandar uma mensagem à C. apenas e só a a dar-lhe um beijinho.
Ela respondeu-me que o importante naquele momento era eu recuperar bem...
Ela tinha acabado de perder a mãe...
Nesse dia ganhámos uma estrelinha no céu!
Ganhámos mais um anjo da guarda!
Que eu tenho a certeza que tem olhado muito por nós!
Um ano já passou e a saudade faz parte...
E eu tenho muitas saudades suas, Tia L.

5 comentários:

  1. Essa estrelinha estará sempre a olhar por ti e viverá para sempre no teu coração. É assim que recordo as pessoas que amo e já partiram.
    Beijinho grande e força!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu tenho a certeza de que ela está a "tomar conta de nós", mas há em dias em que a saudade dói um bocadinho mais... E ontem foi um dia assim complicadito.. Beijinho

      Eliminar
  2. Um beijinho GRANDE!

    ResponderEliminar