26 de outubro de 2016

Família


Estes últimos tempos têm sido complicados de gerir. 
O nosso "puto" (tem 30 anos mas é o mano mais novo e, por isso mesmo, será sempre o nosso puto) foi no domingo viver para os EUA.
A vida deu uma volta muito grande nos últimos tempos, vem um sobrinho a caminho, e a decisão deles foi ir para lá.
Nem preciso dizer que o apoiarei sempre, mesmo que me custe horrores pensar que vou estar tantos meses sem o ver...
No sábado fizemos-lhe uma surpresa e fomos lhe dar um último beijinho. E a cara deles quando nos viram chegar valeu o esforço de fazer 800km :)
Custou-me tanto vê-lo ir embora, mas confesso que me custou muito mesmo ver a minha mãe.
E custa ainda mais estar a 400km dela e não lhe poder dar pessoalmente o apoio que ela precisa neste momento. (sei que quem lá está lhe dá muitos mimos, mas também eu gostava de poder dar)
Mais que não fosse os miminhos da Maria já a faziam sorrir :) 
Ou não fosse a Maria uma mini cópia da avó.

3 comentários:

  1. Força! :*
    Os meus pais foram de férias a França visitar um tio meu em Setembro e já não voltaram... Ficaram por lá. França não é USA, mas também serão meses sem os ver. Por isso, percebo-te e sinto-me mesmo condescendente contigo.
    Pelo menos tens a tua Mini Estrelinha, a Kuka e a tua mãe tem-vos a todas ;) E o mais importante é o sentimento de união, mesmo que a km's de distância.

    Beijinho!

    Jelly Pearl
    http://10yearsbituine.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  2. é muito difícil quando vemos algum dos nossos partir para tão longe...força!

    ResponderEliminar
  3. Imagino que seja realmente muito difícil, mas verás que será para terem um melhor futuro. Força*

    ResponderEliminar