8 de março de 2016

Não basta ser mulher...


Uma amiga enviou-me esta imagem e eu não resisti a partilhar.

1 comentário:

  1. Excelente! Ocorreu-me pensar pelo ângulo inverso... Bem, de alguma forma, engenheiras todas podem ser, mas uma engenheira mulher, na integralidade do que o segundo termo requer, não perdendo sua feminilidade, mas, ao contrário impondo a sutileza da visão feminina à sua profissão não é para todas, por mais contraditório que à primeira vista possa parecer. Nada honra mais uma mulher que ser mulher, penso eu.
    Perdoa-me o pensamento.
    Abraçossssssssssssss

    ResponderEliminar