23 de janeiro de 2013

Da tempestade de sábado...

 Sexta à noite não saímos de casa porque chovia muito, o vento era insuportável (fazia daqueles barulhos medonhos que parecem assobios) e como a kika estava assustada com o temporal decidimos ficar por casa e ter um serão caseiro...
No sábado acordei com o barulho dos pinheiros a partirem e a caírem no chão...
Acordei cheia de medo, fiquei em pânico ao ver a destruição mesmo ao lado da minha casa...
Vi a tempestade passar e deitar abaixo tudo aquilo que conseguia. Árvores que jamais imaginei que tombariam ao sabor de um vento devastador...

Fiquei sem energia eléctrica logo ao inicio da manhã. Energia essa que voltou, a medo, já na madrugada de sábado.
Domingo acordo com um barulho ensurdecedor de algo a rebentar... O cabo de electricidade que alimenta o bairro onde vivo estava a arder e a dar um "maravilhoso" fogo de artificio.
Fiquei de novo sem electricidade. A situação só só foi reparada na madrugada de segunda-feira e apenas ontem voltei a ter energia eléctrica em casa...
Valeu-nos a ajuda de um amigo que nos emprestou um gerador...
Rede móvel deixou de existir logo ao fim da manhã de sábado, à excepção da TMN que manteve sempre o sinal na zona onde vivo, rede fixa também não havia, Internet nem sinal...
O desespero de tentar falar com os meus pais e irmãos tomou conta de mim. Estive até domingo ao fim do dia sem conseguir falar com eles (A zona onde vivem ficou sem qualquer tipo de comunicação). E isso matava-me por dentro... Sou uma pessoa de "família", posso não ligar todos os dias, mas preciso saber sempre que está tudo bem e no fim de semana o facto de não conseguir falar com ninguém deixava-me angustiada de morte :( Apesar de através das redes sociais alguns amigos me dizerem que estava tudo bem, não conseguia ficar descansada...
Quando no domingo a rede "chegou" à terra dos meus pais e recebi o primeiro telefonema, não consegui conter as lágrimas e chorei...
Chorei de alívio por saber que estavam mesmo todos bem!
Deixo algumas fotos que mostram a destruição da zona onde vivo, apesar das fotografias não captarem a real destruição.
Se tivesse que resumir este fim de semana numa palavra seria em Medonho!




O mais importante é que estamos TODOS vivos!

7 comentários:

  1. Credo esteve mesmo mau por aí! Por aqui nada de especial umas árvores menos fortes foram derrubadas mas nada de especial.
    bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E as imagens não transmitem o verdadeiro estado de destruição :( Beijinho

      Eliminar
  2. Sim, sim, somos definitivamente da mesma zona... Que tristeza não é? árvores e árvores enormes caídas e depenadas. Espero que logo volte tudo ao normal. :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda nem acredito que está tanta coisa destruida :(

      Eliminar
  3. Estrelinha, as tuas imagens retratam bem a destruição!
    Que venham dias melhores e que tudo se recomponha.
    Beijinhos solidários.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As coisas já se começaram a compor. No entanto o património natural que ficou destruido dificilmente é recuperado... Vamos esperar que sim.
      Beijinho*

      Eliminar
  4. Foi medonho mesmo! Por sorte, cá em Gaia não tivemos falhas de energia ou comunicações.
    Beijinhos e boa semana!
    Madalena

    ResponderEliminar